Somente o tempo é nosso.

TEMPOHá pouco mais de uma semana, escutei uma mensagem e confesso, as palavras do pregador estão vivas e ecoando em mim como se as tivessem sendo ditas no presente momento. Sendo assim, o texto de hoje será um mistura das palavras do sábio pregador, os meus entendimentos e minhas impressões sobre o tema, e claro – os meus devaneios. Este é um tema profundo, e detentor de verdades maravilhosas a cerca de Jesus!

O TEMPO está cada vez mais escasso, ao passo que as rotinas diárias lotam a nossa agenda. Correria. Confusão. Caos. A mídia e as novas configurações sociais buscam imprimir em nós características completamente diferentes das que Jesus nos mostra através da Sua palavra. Facilmente nossas prioridades passam a ser coisas tangíveis, terrenas e passageiras – como um vento passageiro que aparece e vai embora. A visão fica um tanto quanto embaçada, o coração inquieto e a alma desassossegada. Enquanto isso, o TEMPO se esvai.

E então, quando há a consciência de que a vida está desarrumada, se faz necessário colocar as coisas em ordem! Nesse momento, a coragem é essencial: deve-se remir o TEMPO.

“(…) Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios, remindo o tempo; porquanto os dias são maus.” (Efésios 5:15-16)

O Apóstolo Paulo, em sua carta aos Efésios exorta-os a remir o tempo, visto que os dias vividos eram maus. O verbo remir significa: resgatar, sendo assim, entendo que, sendo o TEMPO algo tão precioso, devemos nos atentar para as prioridades existentes em nosso coração. No mais íntimo. E, caso sejam coisas passageiras, resgate o tempo perdido e vá alto, mude de rota. Viva para a eternidade. Recaia na graça do Senhor.

Encontram-se relatos de que, quando a morte se aproximou à Rainha Elizabeth I, a mesma rogou: – “Todo o meu reino, Senhor, por mais um minuto”. É interessante pensar o quanto a perspectiva de uma pessoa muda no momento em que esta se depara com a sua finitude. A Rainha da Inglaterra nada poderia levar para consigo quando morresse. Toda a potência que o seu reinado representava para a economia mundial, era nula diante daquela situação, apenas o TEMPO a importava…

O hoje nos foi dado como uma dádiva! O tempo é nosso!

Que possamos dispor o nosso tempo de qualidade para com aqueles que estão à nossa volta, e ainda mais com Jesus, quem nos dá o fôlego de vida todas as manhãs. Que aprendamos com Ele!

Uma feliz semana!

Deixe uma resposta