Diário de um Pai

Imagina você fazer algo todos os dias? Fora das suas necessidades básicas humanas (digamos assim). Mas realizar algo além, que exija certa dedicação e certo tempo extra de trabalho. Que te faça parar tudo o que está fazendo para conseguir cumprir essa nova tarefa.
Parece até enjoativo não? Talvez cansativo então? Mas isso é porque vemos de fora, vemos sem perceber o que acontece quando fazemos isso.
Veja agora um vídeo de um homem que parou suas atividades regularmente para gravar sua filha e seu filho desde os primeiros dias de vida até a adolescência.

Incrível não é mesmo? Como um bebê, sem muita definição de traços ou marcas se torna um indivíduo único e perfeito aos olhos de nosso Senhor?
Isso acontece com cada um de nós, sem que nós nos demos conta da evolução de nosso corpo, das células que se multiplicam e moldam nosso rosto, braços, pernas e etc.. Diariamente o ser humano vai se estruturando de acordo com nosso modelo de vida e com as condições que oferecemos a ele.
Trabalho duro, academia, comida em excesso ou menos que o necessário, exercícios balanceados, noites mal dormidas, estresse ou preguiça, tudo acaba sendo levado ao corpo. Ele sente. Mas sente também o impacto que nossa mente recebe daquilo que colocamos para ela.
Um trabalho diário de um pai apaixonado por seus filhos é espantoso não? Pois imagine que existe um PAI que também quer diariamente falar conosco e ir gravando nossos passos desde a velha infância até nossa nova velhice.
E Ele fala conosco quando damos tempo para Ele. Ele está ali todo o tempo, mas nosso ouvido e mente se fecham com outras coisas “mais importantes” naquele momento. Por isso precisamos tirar momentos especiais e dedicados para ouvir aquilo que o Senhor tem para gente.
Por isso fazemos devocionais, pois é um tempo de real devoção que deixamos tudo de lado para ter aqueles instantes preciosos de palavra e de adoração ao nosso Pai celestial!
Não se esqueça de que existe alguém que quer fazer, e tem feito, um filme mais completo ainda sobre sua vida. Mas para Ele te mostrar as coisas que ainda tem a te oferecer é preciso separar-lhe um tempo de qualidade.
E por mais cansativo que pareça e se mostre igual todos os dias (visto de fora), você vai se surpreender como vai mudar depois desse tempo com Ele. Assim como o corpo se altera com o ambiente, sua mente e espírito irão ser renovados e crescerão profundamente com essa nova experiência.
Que o Senhor nos ajude a termos tempos diários e momentos precisos para ouvi-lo e aprender com Ele.
Uma boa semana a todos!

Abraços!!

Deixe uma resposta