O verbo é: Vencer!

Seguindo a temática, durante as pesquisas encontrei um cidadão que me despertou muita curiosidade e depois, admiração. Daniel Dias, um atleta paraolímpico distinto e disposto a romper com os recordes de sua categoria, que é a natação. Ele, ainda que com má formação congênita dos membros, escreveu seu nome no esporte brasileiro.

O menino nasceu prematuramente enquanto seus pais estavam em Campinas. Por uma semana ficou na incubadora, e após a liberação dos médicos, a humilde família retorna a sua casa no interior de Minas Gerais. O tempo ia passando e Daniel sempre se envolvendo com esportes – sua paixão era o futebol, relata a mãe. Até que ele conhece a “Natação”, foi amor à primeira braçada.

O atleta se aplicou e disciplinou-se para cumprir com o seu objetivo e obteve sucesso. E bate seus recordes, um atrás do outro… Mundiais, paraolímpicos… Ee aprendeu a conjugar o verbo “Vencer”, agora ninguém o segura. Foi assim em Londres, quando conquistou seis ouros em seis provas.

Hoje, Daniel Dias é conhecido como o maior atleta paraolímpico da história do país. Certamente, para obter os seus títulos, ele riscou a palavra limitação de seu cotidiano, ao invés disso, olha para o Alto. – Sempre aceitei (a deficiência) e fui feliz assim. É questão de escolha. E eu escolhi ser feliz. O resto nós buscamos com determinação e fé.

Ao ser mencionado em revistas, jornais, entrevistas, vídeos… O atleta é caracterizado como “O Evangélico Daniel Dias”, há um propósito para isso. Ele tem dado o seu testemunho ao longo de sua caminhada.


Por onde passa, Daniel Dias carrega uma bandeira estampada em seu rosto, o seu sorriso, que diz a todos que a gratidão e a submissão a Deus é a chave do “sucesso”. Ele chama a atenção pelo fato de que mesmo com a sua deficiência, ele escolheu aceitar a Jesus e o fazer conhecido. Não se revoltou ao olhar para as suas limitações (afinal, ele nem as têm), pelo contrário, fez delas impulso para viver.  

Que possamos dar glórias ao Senhor pelo dom da vida, e que das nossas dificuldades saiam forças para caminharmos levando o amor de Deus. E que possamos afirmar como Daniel Dias:  “Estou muito feliz e grato a Deus”.

Uma feliz semana.

Deixe uma resposta