Atire a Primeira pedra(…)

O tema dessa semana é polêmico, seja dentro ou fora da igreja, na sociedade em geral, homossexualidade. É algo que existe há muito muito tempo.
Bem citado no começo da semana é um pecado como qualquer outro, porque nos afasta de Deus, portanto não importa se é a mentira ou homossexualidade, ou ira, o que acontece é que nos afasta de Deus.

A homossexualidade na visão de um grupo na sociedade é uma doença. Mas não é. É um pecado que traz a mesma consequência de todos, a morte. Podemos fazer um paralelo com uma história que se passa no evangelho de João capitulo 8. Acompanhe

Jesus, porém, foi para o Monte das Oliveiras.
E pela manhã cedo tornou para o templo, e todo o povo vinha ter com ele, e, assentando-se, os ensinava.
E os escribas e fariseus trouxeram-lhe uma mulher apanhada em adultério;
E, pondo-a no meio, disseram-lhe: Mestre, esta mulher foi apanhada, no próprio ato, adulterando.
E na lei nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes?
Isto diziam eles, tentando-o, para que tivessem de que o acusar. Mas Jesus, inclinando-se, escrevia com o dedo na terra.
E, como insistissem, perguntando-lhe, endireitou-se, e disse-lhes: Aquele que de entre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela.
E, tornando a inclinar-se, escrevia na terra.
Quando ouviram isto, redargüidos da consciência, saíram um a um, a começar pelos mais velhos até aos últimos; ficou só Jesus e a mulher que estava no meio.
E, endireitando-se Jesus, e não vendo ninguém mais do que a mulher, disse-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou?
E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais. 

João 8:1-11

Perceba que a sociedade abominou o pecado daquela mulher, e tinham a intenção de apedreja-la, mas antes tiveram a ideia de levar a Jesus para saber qual seria a sua postura. E Jesus, contudo escreveu algo no chão e disse:

 Aquele que de entre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela.

Eles foram embora pelo fato de que eles não podiam atirar porque também eram pecadores. Depois que todos foram embora e Jesus com sua graça a perdoou e a despediu com uma frase para de animo, “vá e não peques mais.” Porque Ele amava a mulher, mas condenava o seu pecado.

Existe uma grande dificuldade na igreja hoje de amar os homossexuais. mas Jesus nos chama atenção ao fato de que todo nós pecamos e fomos destituídos da Glória de Deus e não existe meio pecado, pecadinho ou pecadão. Ele não condena o homem, ele condena o pecado que leva o homem a morte, e isso entristece o coração de Deus porque ele é a vida. E Ele nos nos disse para amarmos uns aos outros. Existe sim a dificuldade de amar e aceitar gays na igreja, mas está na hora de mudarmos esse olhar e ajudar ao invés de julgar.

Para finalizar  lembre-se que Deus deu o livre arbítrio e como está escrito em 1 Corintios 6:12 :

Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma. 

Você pode fazer tudo, ser gay, julgar um gay, ofende-lo, mas essas coisas vão te fazer bem?
Que o nosso relacionamento com Deus cresça a ponto amarmos o próximo como a nós mesmos, e ama-Lo acima de todas as coisas.
Deus sempre vai nos amar incondicionalmente, independente de qualquer coisa, Ele quer um relacionamento conosco, Ele se importa com agente, morreria todos os dias se fosse preciso pra nos salvar, e sempre vai estar de braços abertos para nos receber!

Boa semana!!
Que Deus te abençoe!

               
fb.com/InfiltradosNoMundo                 @infiltradosINM

Deixe uma resposta