A vontade de Deus

Todos nós sabemos que é difícil aceitar quando as coisas não saem como esperávamos. Se ao menos pudéssemos entender… ‘Por que?’ Parece que achar o culpado não resolve o problema, nem repõe a perda, não corrige o dano, tampouco diminui a dor.
Compartilho aqui um poema que fala da vontade de Deus. Aquela que, mesmo sem entender, confiamos ser a melhor para nós, pois vem dAquele que vê o fim desde o princípio.

A vontade de Deus nunca irá levá-lo
Aonde a graça de Deus não possa guardá-lo,
Aonde os braços de Deus não possam sustentá-lo,
Aonde as riquezas de Deus
Não possam suprir suas necessidades,
Aonde o poder de Deus não possa capacitá-lo.

A vontade de Deus nunca irá levá-lo
Aonde o Espírito de Deus
Não possa operar por seu intermédio,
Aonde a sabedoria de Deus não possa ensiná-lo,
Aonde o exército de Deus não possa protegê-lo,
Aonde as mãos de Deus não possam moldá-lo.

A vontade de Deus nunca irá levá-lo
Aonde o amor de Deus não possa envolvê-lo,
Aonde as misericórdias de Deus não possam animá-lo.
Aonde a paz de Deus não possa acalmar seus temores,
Aonde a autoridade de Deus não possa dominá-lo.

A vontade de Deus nunca irá levá-lo
Aonde o consolo de Deus
Não possa secar suas lágrimas,
Aonde a Palavra de Deus não possa alimentá-lo,
Aonde os milagres de Deus
Não possam ser operados em você,
Aonde a onipresença de Deus não possa encontrá-lo.

(Autor Desconhecido)


Não é fácil. Mas temos que confiar nessa tal dessa ‘vontade de Deus’ que é tão misteriosa quanto o próprio Deus… Se não confiarmos, no que mais segurar?

Deixe uma resposta